sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

OS NOVOS NAVIOS DE CRUZEIROS EM 2017

A industria dos cruzeiros é  sem duvida alguma uma industria em franco crescimento e todos os anos muitas companhias , ávidas de conquistar uma  maior quota de  mercado mandam construir novos navios no intuito de cativar mais passageiros.
Depois de no ano anterior se ter registado o aparecimento de 10 novos paquetes, o ano de 2017 apresenta-se como um ano de muitas e interessantes inaugurações e no qual serão lançados no mercado 11 novos navios de cruzeiros.
MSC Meraviglia
                              
MSC Seaside
Entre as operadoras que irão inaugurar novos navios de cruzeiros este ano, merecem destaque a MSC que irá receber o MSC MERAVIGLIA e o MSC SEASIDE, e a Viking Ocean Cruises  que irá igualmente estrear o VIKING SKY e o VIKING SUN.
Majestic Princess
Por outro lado as companhias TUI Cruises,  Princess Cruises,  Norwegian Cruise Line,. Silversea Cruises, AIDA Cruises,  Dream Cruises e a Star Clippers irão acrescentar novas unidades às suas frotas, numa demonstração clara da pujança do mercado dos cruzeiros, que no ano de 2016 transportou 24,2 milhões de passageiros.
World Dream
Com excepção do AIDAperla, que está sendo construído no Japão, todos os restantes navios estão sendo construídos nos principais estaleiros europeus  como o Meyer Werft na Alemanha, o Meyer Turku,Finlandia,   Fincantieri em Itália e o STX France Saint Nazaire em França, comprovando assim a preferência das principais companhias pelos estaleiros europeus, aonde a qualidade e a pontualidade dos mesmos é já uma imagem de marca. 
AIDAperla
Com o intuito de dar a conhecer aos nossos amigos alguns  deste novos navios iniciamos hoje a apresentação de alguns destes novos paquetes que durante este ano começarão a sulcar os mares dos diversos continentes

O VIKING SKY, o primeiro de dois novos paquetes que a Viking Ocean Cruises irá inaugurar já no próximo mês de Fevereiro.

Viking Sky
Construido pelos estaleiros italianos de Fincantieri em Sestri Ponante, cidade da região de Génova. norte de Itália, o VIKING SKY  é o terceiro navio oceânico da Viking,  uma das maiores companhias de cruzeiros fluviais que conta com mais de 100 unidades na sua frota de cruzeiros fluviais. 
Com 47.800 toneladas de deslocamento, este paquete possui 227 metros de comprimento, 28,8 metros de boca e um calado de 6,3 metros. Tem capacidade para cerca de 950 passageiros em ocupação máxima, sendo a sua tripulação composta por 550 elementos.
Quanto aos seus interiores e no que diz respeito a alojamentos o navio oferece 465 camarotes em cinco categorias, todas com varandas privadas, tendo a sua "Owner´s Suite" cerca de 1.300 metros quadrados uma referência no mercado.
Outro dos aspectos que é sempre muito importante num navio de cruzeiros é a sua oferta gastronómica que muitas vezes é factor importante na decisão da escolha de um cruzeiro. O navio coloca à disposição dos seus passageiros um conjunto muito interessante de restaurantes ao serviço dos seus hóspedes.
Desde o "Restaurant" que é o restaurante principal, passando pelos restaurantes da especialidade "Kitchen Table", "Chef´s Table" e "Manfredi´s Italian Restaurant" existe uma oferta muito diversificada de alta cozinha aonde é possível desfrutar de um leque muito variado de especialidades culinárias.

Entre as suas áreas publicas destaque para os diversos salões e espaços exteriores com diversas opções para refeições ao ar livre.
As outras áreas a bordo incluem um amplo "Atrium" de três pisos, teatro, biblioteca, terraço com duas piscinas, spa de inspiração nórdica, academia com área de Yoga e diversas boutiques.  
Tal como os seus irmãos gémeos Viking Star e Viking Sea o navio operará no segmento de cruzeiros de luxo, num regime de "All Include", oferecendo uma experiência de cruzeiro orientada para o destino, com poucos dias no mar, dias longos nos portos e "overnights" em alguns dos mais emblemáticos destinos de escala.
Neste conceito estão incluídos  uma selecção de excursões gratuitas em terra, acesso gratuito à Internet sem fios,assim como o consumo de  bebidas servidas gratuitamente nas refeições. 

Durante a sua temporada inaugural, o Viking Sky operará exclusivamente na Europa, não estando ainda previstas escalas desta companhia em Portimão.

fotos oficiais : MSC, Princess Cruises, Viking Cruises, Dream Cruises, AIDA cruises
texto............: António Silva/Daniel Cappela

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

BOAS FESTAS



Desejamos a todos os nossos amigos e seguidores um SANTO NATAL e UM FELIZ ANO NOVO.

sábado, 17 de dezembro de 2016

ASSINADO PROTOCOLO PARA A CRIAÇÃO DA "PORTOS DO ALGARVE"

Foi com o Auditório do Museu de Portimão repleto de autarcas, empresários e autoridades marítimas que a Ministra do Mar,  o Ministro Adjunto, o Presidente da Associação de Municípios do Algarve e a Presidente da Câmara Municipal de Portimão assinaram o protocolo para a criação da "Portos do Algarve" a entidade que irá gerir os portos e marinas desta região.
Ana Paula Vitorino deslocou-se a Portimão para fazer o anúncio da reversão da fusão das administrações dos portos de Sines e Algarve e para revelar as intenções do Governo relativamente aos portos algarvios. 
Na cerimónia de constituição da Comissão Instaladora da nova entidade «Portos do Algarve», que junta Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Docapesca e Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) num novo modelo, descentralizado para a região, de gestão das infraestruturas portuárias comerciais e de náutica de recreio do Algarve, Ana Paula Vitorino salientou que «em princípio, aquilo que está previsto, a não ser que haja alteração definida pela região, é que, relativamente a Portimão, seja dado um enfoque muito maior na parte dos cruzeiros. Será uma aposta forte no aumento dos cruzeiros, mais do que triplicando os passageiros, no horizonte até 2030».
Aquilo que a governante classificou como um «investimento fortíssimo» no Porto de Portimão, estará concluído «até 2020» e até já há prazos definidos: «em 2017 e 2018, serão feitos estudos e projectos, e, entre 2019 e 2020, serão feitas as obras».
Apesar dessa forte aposta em Portimão enquanto porto de cruzeiros, esta infraestrutura irá também manter a sua vertente de porto comercial.
As obras no canal de navegação interior, na bacia de manobras, nos cais e terminal do porto de Portimão vão mesmo avançar. Ao todo, serão «quase 20 milhões de euros de investimento, todo ele investimento público, cerca de metade proveniente de fontes nacionais (Porto de Sines) e a outra metade de fundos comunitários, que também já estão garantidos pelo Compete», anunciou ontem, em Portimão, a ministra do Mar
O que se prevê, segundo os dados que ontem foram apresentados, é que o porto de cruzeiros possa receber navios até 272 metros de comprimento máximo, bem como o alargamento do canal de acesso para 230/250 metros, o alargamento da bacia de rotação para 485/500 metros, à cota de -10 m ZH, e ainda intervenções no cais da marinha para garantir dragagens, bem como a criação de duas frentes de cais com 330 e 180 metros.
Ao melhorar as condições de acessibilidade e a capacidade de recepção de navios de carga e de passageiros no Porto de Portimão, estima-se que haja «impactes na economia local e regional» de 17,1% (VAL-E de 22,4 milhões de euros), um aumento de procura em 165 mil passageiros anuais (de 15 mil pessoas actuais para 180 mil em 2030/2035) e um aumento de escalas em 140 por ano, passando assim das 50 escalas actuais para 190 em 2030/2035.
Sobre a divulgação destes dados, somos de opinião que a possibilidade do porto de Portimão receber navios até 272 metros, (muito embora continue a limitar a vinda a este porto dos grande navios de cruzeiros que cada vez mais a industria dos cruzeiros está a construir), irá permitir abrir-se as portas para que outras operadoras que têm navios dentro daquelas dimensões possam integrar o porto de Portimão nos seus itinerários nesta zona do Atlântico, trazendo muitos benefícios económicos para toda esta região algarvia.

fotos: António Silva, L Monteiro
texto:António SIlva/SulInformação

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

ESCALAS DE NAVIOS DE CRUZEIROS EM 2017

Com a época de escalas de cruzeiros de 2016 a terminar, é tempo de nos debruçarmos sobre o que neste momento está agendado para o porto de Portimão em 2017.
SEABOURN ENCORE - 10 de Agosto 217
Para já, devemos realçar que 2017 deverá constituir um marco histórico para o turismo de cruzeiros nesta cidade, pois até ao momento já existem 62 escalas agendadas e, ainda falta a publicação do numero de escalas que a operadora grega Celestyal Cruises vai efectuar no Ontono/Inverno de 2017, pois as mesmas só deverão estar disponíveis no inicio de Dezembro.
SILVER MUSE - 29 de Agosto de 2017
Para além destes agendamentos e das escalas já confirmadas ainda haverá a hipótese da Variety Cruises também efectuar mais de duas dezenas de toques em Portimão com os seus luxuosos "Yath Cruisers" de pouco mais de 40 passageiros.
MIDNATSOL - 20 de Abril de 2017
Face a estes números já confirmados e ás intenções igualmente manifestadas por estas outras operadores, poderemos estar perante o facto da possibilidade da cidade de Portimão vir a receber no próximo ano um número de escalas já muito próxima da centena, o que para um porto de reduzidas dimensões, aliado aos condicionalismos da sua operação é sem duvida alguma um feito histórico, e que coloca mais uma vez à tona de água a necessidade premente do arranque das obras necessárias, por forma a dotar este porto com condições de poder receber navios de maior dimensão e maior número de passageiros, trazendo maiores benefícios económicos para esta região algarvia,
AEGEAN ODYSSEY - 30 de Abril de 2017 
Entre os navios que em 2017 visitarão o porto de Portimão natural destaque para as escalas inaugurais dos navios SILVER MUSE da Silversea, SEABOURN ENCORE da Seabourn, MIDNATSOL da operadora norueguesa Hurtigruten e AEGEAN ODYSSEY da Voyages of Antiquity, assim como para a visita do ARCADIA da operadora britânica P&O, o maior navio que em 2017 visitará esta cidade.
ARCADIA - 09 de Agosto de 2017
Igualmente o regresso do ADONIA da mesma operadora, que esteve a operar pelo Phaton nas Caraíbas, e cuja operação foi cancelada pela Carnival, regressa a este porto e com 3 escalas.
ADONIA - 8, 28 Agosto e 20 de Setembro de 2017 
As escalas de 2017 já estão disponíveis na tabela do lado direito do blogue.

fotos : António Silva, ShipParade,João Loureiro
texto : António Silva

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

DIA HISTÓRICO PARA O PORTO DE PORTIMÃO



O próximo dia 26 por certo ficará gravado com letras douradas na história do porto de Portimão, com a escala inaugural do novíssimo navio de cruzeiros SEVEN SEAS EXPLORER, a nova jóia da coroa da famosa operadora Regent Seven Seas Cruises, uma das empresas do grupo NCL.
Esta escala inaugural está inserida num itinerário de 10 noites denominado  "Illustrious Ibéria" que se inicia em Lisboa no próximo dia 25, e que terminará em Barcelona a 4 de Setembro. 
Este luxuoso navio de cruzeiros foi baptizado no passado dia 13 de Julho no principado do Mónaco, sendo madrinha a princesa Charlene do Mónaco, e no pouco tempo que tem de operação tem recebido os maiores elogios da crítica especializada.

Só para se ter um ideia do luxo e requinte deste extraordinário navio de cruzeiros devemos dizer que todos os seus aposentos são suites com varandas privativas, havendo suites desde 52 m2 até à Regent Suite que com os seus deslumbrantes 412 m2 é o maior apartamento existente a bordo de um navio de cruzeiros.

O conceito existente a bordo é o  "all include", aonde está quase tudo incluído no preço do cruzeiro, desde as bebidas, uso de Internet, dicas e as excursões nos portos. Em suma um verdadeiro palácio das mil e umas noites, só acessível a um extracto social de elevado poder económico. Basta dizer como exemplo de que os preços anunciados para um cruzeiro de 14 noites no próximo mês de Novembro começam nos US$9.999 para uma Veranda Suite, podendo chegar aos US$69.999 para a Regent Suite. 

A atmosfera a bordo é extremamente fácil de lidar com um código de vestuário descontraído, muito embora existem as noites formais aonde o glamour do vestuário de hóspedes e tripulantes nos levem para patamares verdadeiramente deslumbrantes.

Segundo sabemos a Administração dos Portos de Sines e Algarve prepara uma recepção consigna a tão ilustres visitantes, estando em estudo a forte possibilidade de trazer o navio até ao cais de cruzeiros de Portimão, o que caso se  concretize fará com que o SEVEN SEAS EXPLORER, com os seus 223 metros de comprimento e as 54.000 toneladas de deslocamento passe a ser o maior navio a atracar em Portimão, batendo assim o recorde do Balmoral, que com os seus 217 metros é o maior navio que até à data atracou nesta cidade.


fotos : ShipParade, Regent Seven Seas Cruises
tetxo : António Silva

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

´"YAS" é o mega-iate que se segue.

Decididamente que parece que o porto de Portimão foi descoberto pelo restrito nicho dos super-iates.
Depois de termos tido na semana que passou a presença do RADIANT, 29º maior iate e do ICE, 56º maior que se encontra ainda atracado, hoje o porto de Portimão recebeu a visita do YAS, o 8º  maior iate do mundo com os seus 141 metros de comprimento.
O YAS é propriedade do Sheikh  bin Zayed Al Nahyan dos Emirados Árabes Unidos, umas das figuras mais importantes daquele estado árabe aonde já desempenhou funções de Vice Primeiro-Ministro e Ministro das Relações Exteriores daquele país.
O YAS foi construído inicialmente como uma fragata da marinha real holandesa com o nome de Piet Hein. Em 2011 foi totalmente reconstruido nos estaleiros ADMShipyards que o transformou no palácio das mil e uma noites que é hoje.

Das suas características técnicas ressalvam os seus 141 metros de comprimento. uma boca de 15 metros, sendo o seu calado de 4,30 metros. Dispõe de alojamento para 60 convidados, que são servidos por uma tripulação de 56 elementos. A sua estrutura permite que possa atingir a velocidade 26 nós muito embora a sua velocidade de cruzeiro seja de 22 nós. Do seu equipamento consta igualmente um helicóptero.
Atendendo ao elevado poder económico dos proprietários destes verdadeiros palácios flutuantes estas escalas poderão ser o abrir de uma janela para que o porto de Portimão possa no futuro receber muitos mais navios como estes, que poderão traduzir-se no abrir da região para um segmento do mercado de turismo que sem dúvida alguma poderá trazer excelentes retornos económicos pois nestes casos funciona muito a transmissão de impressões entre os donos destes mega-iates sobre os portos visitados.
 fotos exteriores e texto : António Silva

   

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

3200 TURISTAS INGLESES EM PORTIMÃO

O porto de Portimão registou ontem o dia de maior movimento do corrente ano com a escala dupla dos navios de cruzeiros ORIANA da operadora inglesa P&O, uma das companhias do grupo Carnival UK e do THOMSON SPIRIT. um dos navios da popular companhia TUI Cruises.

A bordo de ambos os navios viajavam cerca de 3200 passageiros de nacionalidade britânica e perto de 1300 tripulantes.
Atendendo ás dimensões do ORIANA o mesmo ficou fundeado no ancoradouro da Praia da Rocha procedendo-se ao desembarque dos seu passageiros através dos "tenders" do navio que transportaram os passageiros até à plataforma criada pela APSA especificamente para esse efeito.

Todo este movimento de passageiros no terminal resultou num constante vaivém de autocarros de excursões e de shuttles entre o terminal e o centro da cidade com dezenas de autocarros  a circular, mas graças ao excelente esforço conjunto da PSP e da Polícia Marítima toda esta operação decorreu dentro da normalidade, facto este já elogiado pelos representantes da P&O.
Ficou assim demonstrado que haverá uma capacidade de resposta das diversas autoridades de Portimão para situações similares o que não deixa de ser muito positivo. 

Como curiosidade final refira.se que em 2017 a P&O tem prevista a escala do ARCADIA, um navio de maiores dimensões do que o ORIANA, o que poderá indiciar que num futuro próximo aquela conceituada operadora faça do porto de Portimão um porto de escala para mais itinerários.   
fotos e texto : António Silva