sábado, 18 de fevereiro de 2017

Apresentamos o SEABOURN ENCORE - Um dos novos navios de cruzeiros de 2017 com escalas em Portimão no próximo verão.

Prosseguindo a apresentação dos novos navios de cruzeiro que este ano entrarão en actividade hoje iremos falar sobre o SEABOURN ENCORE, a nova coqueluche da conceituada operadora norte-americana Seabourn Cruise Lines, uma das empresas "premium" do grupo Carnival Corporation, e cuja sede se situa na cidade norte americana de Seattle.
Construido nos famosos estaleiros Fincantieri em Itália o navio foi baptizado em Singapura no passado dia 7 de Janeiro pela famosa cantora Sarah Brightman. 
Sobre os seus dados técnicos poderemos dizer que o mesmo desloca 41,865 ton de arqueação bruta, sendo as suas dimensões de 210,5 metros de comprimento e um boca de 28 metros. Possui 12 decks, tendo capacidade de alojamento para 650 passageiros em ocupação máxima e uma tripulação de 450 elementos. De salientar igualmente que todos os seus aposentos são tipo "suites" com varandas. Outro factor que diferencia este tipo de navios é que todos os seus aposentos se situam na parte da frente do mesmo, estando a parte traseira reservada para as suas áreas publicas.
O Seabourn Encore é o quarto navio da nova geração de navios a incorporar a Seabourn Cruise Line, mas é o primeiro de dois navios a ser projectado por Adam D. Tihany, um dos mais conhecidos projectistas de interiores de navios de cruzeiros, e  que tem também a responsabilidade do projecto do  Seabourn Ovation, actualmente em construção, estando a sua entrada ao serviço prevista para a primavera do próximo ano.
"Atrium"
O navio caracteriza-se pela inclusão de novos elementos e de novas inovações em relação aos anteriores navios da companhia aonde se realçam a inclusão de novos espaços.
Todas as suas áreas publicas foram concebidas com os melhores materiais e superiores acabamentos, aonde o luxo e o conforto se aliam na clara intenção de levar os hospedes para um patamar de excelência, como é apanágio desta companhia.
"The Retreat"
Entre todas as áreas publicas do SEABOURN ENCORE o destaque vai para a criação do "Retreat", um refúgio concebido com cabanas privadas e dedicado a todos aqueles que gostam de uma espaço ainda mais privado.

"The Club"
O "The Club" é um local muito sofisticado e convidativo, tendo sido empregues muitos elementos de design moderno, tornando o mesmo um espaço personalizado e convidativo. O seu salão multifacetado está decorado com assentos contemporâneos com referências a iates sendo visíveis nos bancos do seu bar de apoio. Adicionando a esta atmosfera elegante, os hóspedes têm  acesso directo ao Club Terrace, uma área mais reservada e exclusiva, localizada na popa do navio. Este espaço ao ar livre vai convidar os hóspedes a relaxar na piscina ou nos de dois Spas de hidro-massagem existentes naquele espaço.
Observation Lounge
Continuando pela descoberta dos seus interiores vamos encontrar no "Observation Louge" um dos mais espectaculares recantos do navio com uma deslumbrante sala redonda com um bar quadrado e uma soberba vista panorâmica. aonde o "Early Risers Café" se torna uma óptima opção.

"Seabourn Square"
                                                                                                                             
"Grand Salon"
"Casino"
                                                           
Mas existem mais alguns áreas muito interessantes como o " Seabourn Square", o " Grand Salon" e o "The Casino", tudo espaços capazes de conquistar o mais exigente passageiro pelo bom gosto da sua decoração e sempre aliado a um serviço de excelência. 
Para os que não dispensam um banho o navio disponibiliza 2 agradáveis piscinas assim como 4 jacuzzis.  

"Spa and Wellness"
                                                   
O novo conceito de  "Spa and Wellness" em parceria com a  The Onboard Spa by Steiner, oferece aos hóspedes uma experiência de bem-estar que integra o bem-estar físico, social, ambiental e espiritual.
"Sky Bar"
                                                                       
"Patio Bar"
                                                                     
"Observation Bar"
Entre as seus diversos bares, o destaquem-se o "Observation Bar", o "Sky Bar", o "Cofee Bar" e o "Patio Bar", espaços criados com um excelente bom gosto e dotados de todo o conforto. 

No que diz respeito ao entretimento, o navio apresenta algumas  inovações com realce para  a estreia formal de vários novos programas de animação a bordo como o novo show  " Uma Noite com Tim Rice" , criado exclusivamente para a Seabourn em associação com a Belinda King Creative Productions, espectáculos que poderão ser apreciados no "Grand Salon"

Quanto à gastronomia o navio dispõe de uma cuidada selecção de restaurantes, capazes de agradar ao mais exigente.


"The Restaurant"
                                              
Desde logo, o restaurante principal do navio denominado "The Restaurant", oferece o que de melhor existe na cozinha internacional, com pratos elaborados por reputados "chef´s", expressamente contratados pela companhia. 

"The Grill"
O  "The Grill", que tem a assinatura do "Chef"  Thomas Keller  é um restaurante inspirado no clássico "chophouse" americano e que foi introduzido pela primeira vez no Seabourn Quest.
"Sushi Restaurant"
No restaurante asiático "Sushi" os apreciadores daquela cozinha asiática têm ao seu dispor a melhor selecção da mesma, num espaço muito requintado e luxuoso.


                                   

"The Colonade"
                                            
O "The Colonade" é talvez o restaurante mais popular do navio, fica localizado à popa num espaço de elevada categoria, com um design muito apelativo e luxuoso. Dispõe de uma esplanada com uma vista fabulosa. Dispõe de um esmerado serviço de buffet e está disponível aos pequenos almoços e almoços.
"Pátio Grill"

Finalmente o "Pátio Grill", localizado junto à piscina principal, está disponível uma variedade de refeições ligeiras e saboreadas ao ar livre.

Signature Suite
Signature Suite


Winter Garden Suite
Winter Garden Suite













Veranda Suite
Penthouse Suite









Nesta classe de navios de cruzeiro, os seus aposentos são regra geral todos em formato de suites com varanda privativa, algumas das quais com dimensões de fazer inveja aos bons apartamentos. Para os seus passageiros o SEABOURN ENCORE oferece 5 categorias de alojamento, que vão desde as Veranda Suites, Signature Suites, Owner´s Suites, Penthouse Suites até às 2 fabulosas Winter Garden Suites, que entre outras facilidades 1 quarto de cama, sala de jantar para 6 pessoas, banheira de hidromassagem, 2 casas de banho, bar molhado, Solarium de vidro com banheira e espreguiçadeiras, 2 TVs assim como acesso à Internet /Wi-FI

É em suma um navio capaz de fazer sonhar qualquer um e que por certo irá ser muito apreciado por uma classe social abastada. Como exemplo o cruzeiro de 10 dias que tem escala marcada em Portimão no próximo dia 10 de Agosto tem preços a partir dos 6.200 Euros para a Veranda Suites, terminando nos 14.999 euros para as Owner´s Suites, já que as Winter Garden Suites têm os seus preços sobre consulta.

Como curiosidade final registe-se que Portimão é o único porto em Portugal que receberá o SEABOURN ENCORE em 2017 e em 2018, numa demonstração inequívoca do apreço que a Seabourn Cruise Line tem por este porto.

fotos: Seabourn Cruise Line
texto: António Silva



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

OS NOVOS NAVIOS DE CRUZEIROS EM 2017

A industria dos cruzeiros é  sem duvida alguma uma industria em franco crescimento e todos os anos muitas companhias , ávidas de conquistar uma  maior quota de  mercado mandam construir novos navios no intuito de cativar mais passageiros.
Depois de no ano anterior se ter registado o aparecimento de 10 novos paquetes, o ano de 2017 apresenta-se como um ano de muitas e interessantes inaugurações e no qual serão lançados no mercado 11 novos navios de cruzeiros.
MSC Meraviglia
                              
MSC Seaside
Entre as operadoras que irão inaugurar novos navios de cruzeiros este ano, merecem destaque a MSC que irá receber o MSC MERAVIGLIA e o MSC SEASIDE, e a Viking Ocean Cruises  que irá igualmente estrear o VIKING SKY e o VIKING SUN.
Majestic Princess
Por outro lado as companhias TUI Cruises,  Princess Cruises,  Norwegian Cruise Line,. Silversea Cruises, AIDA Cruises,  Dream Cruises e a Star Clippers irão acrescentar novas unidades às suas frotas, numa demonstração clara da pujança do mercado dos cruzeiros, que no ano de 2016 transportou 24,2 milhões de passageiros.
World Dream
Com excepção do AIDAperla, que está sendo construído no Japão, todos os restantes navios estão sendo construídos nos principais estaleiros europeus  como o Meyer Werft na Alemanha, o Meyer Turku,Finlandia,   Fincantieri em Itália e o STX France Saint Nazaire em França, comprovando assim a preferência das principais companhias pelos estaleiros europeus, aonde a qualidade e a pontualidade dos mesmos é já uma imagem de marca. 
AIDAperla
Com o intuito de dar a conhecer aos nossos amigos alguns  deste novos navios iniciamos hoje a apresentação de alguns destes novos paquetes que durante este ano começarão a sulcar os mares dos diversos continentes

O VIKING SKY, o primeiro de dois novos paquetes que a Viking Ocean Cruises irá inaugurar já no próximo mês de Fevereiro.

Viking Sky
Construido pelos estaleiros italianos de Fincantieri em Sestri Ponante, cidade da região de Génova. norte de Itália, o VIKING SKY  é o terceiro navio oceânico da Viking,  uma das maiores companhias de cruzeiros fluviais que conta com mais de 100 unidades na sua frota de cruzeiros fluviais. 
Com 47.800 toneladas de deslocamento, este paquete possui 227 metros de comprimento, 28,8 metros de boca e um calado de 6,3 metros. Tem capacidade para cerca de 950 passageiros em ocupação máxima, sendo a sua tripulação composta por 550 elementos.
Quanto aos seus interiores e no que diz respeito a alojamentos o navio oferece 465 camarotes em cinco categorias, todas com varandas privadas, tendo a sua "Owner´s Suite" cerca de 1.300 metros quadrados uma referência no mercado.
Outro dos aspectos que é sempre muito importante num navio de cruzeiros é a sua oferta gastronómica que muitas vezes é factor importante na decisão da escolha de um cruzeiro. O navio coloca à disposição dos seus passageiros um conjunto muito interessante de restaurantes ao serviço dos seus hóspedes.
Desde o "Restaurant" que é o restaurante principal, passando pelos restaurantes da especialidade "Kitchen Table", "Chef´s Table" e "Manfredi´s Italian Restaurant" existe uma oferta muito diversificada de alta cozinha aonde é possível desfrutar de um leque muito variado de especialidades culinárias.

Entre as suas áreas publicas destaque para os diversos salões e espaços exteriores com diversas opções para refeições ao ar livre.
As outras áreas a bordo incluem um amplo "Atrium" de três pisos, teatro, biblioteca, terraço com duas piscinas, spa de inspiração nórdica, academia com área de Yoga e diversas boutiques.  
Tal como os seus irmãos gémeos Viking Star e Viking Sea o navio operará no segmento de cruzeiros de luxo, num regime de "All Include", oferecendo uma experiência de cruzeiro orientada para o destino, com poucos dias no mar, dias longos nos portos e "overnights" em alguns dos mais emblemáticos destinos de escala.
Neste conceito estão incluídos  uma selecção de excursões gratuitas em terra, acesso gratuito à Internet sem fios,assim como o consumo de  bebidas servidas gratuitamente nas refeições. 

Durante a sua temporada inaugural, o Viking Sky operará exclusivamente na Europa, não estando ainda previstas escalas desta companhia em Portimão.

fotos oficiais : MSC, Princess Cruises, Viking Cruises, Dream Cruises, AIDA cruises
texto............: António Silva/Daniel Cappela

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

BOAS FESTAS



Desejamos a todos os nossos amigos e seguidores um SANTO NATAL e UM FELIZ ANO NOVO.

sábado, 17 de dezembro de 2016

ASSINADO PROTOCOLO PARA A CRIAÇÃO DA "PORTOS DO ALGARVE"

Foi com o Auditório do Museu de Portimão repleto de autarcas, empresários e autoridades marítimas que a Ministra do Mar,  o Ministro Adjunto, o Presidente da Associação de Municípios do Algarve e a Presidente da Câmara Municipal de Portimão assinaram o protocolo para a criação da "Portos do Algarve" a entidade que irá gerir os portos e marinas desta região.
Ana Paula Vitorino deslocou-se a Portimão para fazer o anúncio da reversão da fusão das administrações dos portos de Sines e Algarve e para revelar as intenções do Governo relativamente aos portos algarvios. 
Na cerimónia de constituição da Comissão Instaladora da nova entidade «Portos do Algarve», que junta Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Docapesca e Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) num novo modelo, descentralizado para a região, de gestão das infraestruturas portuárias comerciais e de náutica de recreio do Algarve, Ana Paula Vitorino salientou que «em princípio, aquilo que está previsto, a não ser que haja alteração definida pela região, é que, relativamente a Portimão, seja dado um enfoque muito maior na parte dos cruzeiros. Será uma aposta forte no aumento dos cruzeiros, mais do que triplicando os passageiros, no horizonte até 2030».
Aquilo que a governante classificou como um «investimento fortíssimo» no Porto de Portimão, estará concluído «até 2020» e até já há prazos definidos: «em 2017 e 2018, serão feitos estudos e projectos, e, entre 2019 e 2020, serão feitas as obras».
Apesar dessa forte aposta em Portimão enquanto porto de cruzeiros, esta infraestrutura irá também manter a sua vertente de porto comercial.
As obras no canal de navegação interior, na bacia de manobras, nos cais e terminal do porto de Portimão vão mesmo avançar. Ao todo, serão «quase 20 milhões de euros de investimento, todo ele investimento público, cerca de metade proveniente de fontes nacionais (Porto de Sines) e a outra metade de fundos comunitários, que também já estão garantidos pelo Compete», anunciou ontem, em Portimão, a ministra do Mar
O que se prevê, segundo os dados que ontem foram apresentados, é que o porto de cruzeiros possa receber navios até 272 metros de comprimento máximo, bem como o alargamento do canal de acesso para 230/250 metros, o alargamento da bacia de rotação para 485/500 metros, à cota de -10 m ZH, e ainda intervenções no cais da marinha para garantir dragagens, bem como a criação de duas frentes de cais com 330 e 180 metros.
Ao melhorar as condições de acessibilidade e a capacidade de recepção de navios de carga e de passageiros no Porto de Portimão, estima-se que haja «impactes na economia local e regional» de 17,1% (VAL-E de 22,4 milhões de euros), um aumento de procura em 165 mil passageiros anuais (de 15 mil pessoas actuais para 180 mil em 2030/2035) e um aumento de escalas em 140 por ano, passando assim das 50 escalas actuais para 190 em 2030/2035.
Sobre a divulgação destes dados, somos de opinião que a possibilidade do porto de Portimão receber navios até 272 metros, (muito embora continue a limitar a vinda a este porto dos grande navios de cruzeiros que cada vez mais a industria dos cruzeiros está a construir), irá permitir abrir-se as portas para que outras operadoras que têm navios dentro daquelas dimensões possam integrar o porto de Portimão nos seus itinerários nesta zona do Atlântico, trazendo muitos benefícios económicos para toda esta região algarvia.

fotos: António Silva, L Monteiro
texto:António SIlva/SulInformação