segunda-feira, 10 de setembro de 2012

ASSIM NÃO !!!!!!

Todos sabemos que os tempos que atravessamos são dificeis e que o futuro se apresenta de algum modo  complicado.
Vem esta introdução a propósito do cancelamento verificado hoje no porto de Portimão com o cruzeiro à vela STAR FLYER.
STAR FLYER em Portimão a 22/04/2010 - foto de Rui Agostinho
 
Com efeito aquele navio teve que cancelar a sua escala porque os trabalhadores portuários estão em greve contra a chamada polivalência e as horas extraordinárias.
 
A situação torna-se mais caricata porque as autoridades portuárias deslocaram pessoal do IPTM de Sagres com o intuito de procederem á amarração do navio e, unicamente o navio não entrou porque os marinheiros da lancha de pilotos local não estavam disponiveis para levar a bordo o respectivo piloto.
 
Sem nos querermos meter nessa área, lamentamos que a actividade económica de uma região ou de um país seja prejudicada por greves que todos sabemos que não vão levar a nada, e que é mais um perda de tempo e dinheiro.
 
Numa altura em que as autoridades ligadas ao turismo de Portimão, têm feito um esforço financeiro com a presença em feiras e eventos ligados à industria dos cruzeiros, com o intuito de dar a conhecer o porto e a região junto dos operadores de cruzeiros, greves como a de hoje só vêm deitar por terra todo esse trabalho.
 
Felizmente que em Lisboa as 4 escalas programadas para hoje de navios de cruzeiros foram realizadas  e igualmente na Horta aonde operou o Princess Daphne.  
 
Esperemos que haja bom censo por parte de todos, pois como sabemos nos próximos dias, 3 outros navios de cruzeiros tem agendadas escalas neste porto e a acontecerem mais cancelamentos a imagem do porto e da região sai altamente prejudicada junto das companhias, com consequencias imprevisiveis no futuro
 
texto: António Silva

3 comentários:

Luis Miguel Correia disse...

É de facto lamentável este tipo de atitude. Trata-se de folclore em modinha de empobrecimento sem remissão, num ritmo em que o País marcha para a miséria que parecia termos enganado e se provou ser apenas ilusão.
Este tipo de atitudes, a metermos golos na nossa baliza em nome de nada leva de facto a nada, ou a mais por menos, uma tristeza. Não há paciência para esta malta...

Antonio Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio Silva disse...

Meu caro Luis Miguel, obrigado pelo seu comentário.
De facto é deveras triste toda esta situação. Hoje voltou a acontecer com mais um cancelamento em Portimão e se calhar amanhã e depois, o cenário será o mesmo. Felizmente em alguns portos existiu algum bom censo e as escalas previstas puderam ser realizadas como foram os casos de Lisboa e Ponta Delgada.