quarta-feira, 17 de setembro de 2014

PRINSENDAM em Portimão

Foi com um dia de sol que Portimão recebeu hoje a escala de mais um navio de cruzeiros.

O PRINSENDAM da centenária companhia Holland America Line é o mais pequeno paquete desta companhia mas nem por isso deixa de oferecer aos seus passageiros um excelente serviço, aliado ao luxo e conforto bem visíveis em todo o navio.

Neste cruzeiro de 28 dias denominado "28 Day Kiel Canal, Baltic & Bourgundian Explorer" o PRINSENDAM transporta cerca de 700 passageiros de nacionalidade norte-americana e canadiana, muitos deles repetentes no navio e na companhia, que aproveitaram este autentico dia de Verão para conhecer alguns recantos desta região algarvia ou deambular pela cidade a descobrir alguns dos seus recantos.

A convite da responsável dos cruzeiros da ATP estivemos a bordo do navio para um encontro informal com o comandante, ocasião aproveitada igualmente para rever todos os espaços públicos do mesmo e constatar a qualidade que o navio continua a apresentar, isto apesar dos seus 26 anos.

Uma ocasião para sentir mais uma vez toda a vivência que um navio desta centenária companhia oferece a todos os seus passageiros.


Para terminar aqui ficam alguns dados deste excelente navio de cruzeiros.

Brevemente publicaremos um conjunto de fotos dos interiores deste paquete que tivemos o prazer de visitar hoje durante a sua escala nesta cidade.


Prinsendam
Operador:Holland America Line
Ano construção:1988
Estaleiro:Wärtsilä Marine, Turku, Finlandia
Nomes Anteriores:Seabourn Sun, Royal Viking Sun
Deslocamento:37,845
Comprimento:204.0 m
Boca:28.9 m 
Passageiros (normal):766
Passageiros (maximo):843
Tripulação:460
Veloc. Serviço:21.8 kn

-

1 comentário:

Daniel Cota disse...

Estou curioso por essas fotos. ;)

Gostaria que a MSC passa-se por cá, ainda que dado o tamanho do nosso porto fosse pouco provável.
Em vez que gastarem dinheiro desnecessário, a câmara municipal deveria fazer obras e escavações do canal para receber navios de maior porte assim aumentar o turismo não só no verão assim como no inverno, uma vez que é do turismo que esta cidade sobrevive.